Poxoréu/MT, 20 de Fevereiro de 2020

Facebook

NOTÍCIAS quarta-feira, 12 de Fevereiro de 2020, 07h:49 | - A | + A

Compositor processa Gusttavo Lima contra danos morais e pede indenização de R$ 20 milhões.

Por: Site Msn

Compositor processa Gusttavo Lima contra danos morais e pede indenização de R$ 20 milhões.

André Luiz Gonçalves da Silva, compositor conhecido como De Lucca, moveu um processo na Justiça contra o cantor sertanejo Gusttavo Lima. André cobra uma indenização de R$ 20 milhões por danos morais. Ele alega que é o único autor da música “Fora do Comum” – que fez um enorme sucesso na voz de Gusttavo em 2011 – e que não recebeu os direitos autorais da mesma. Segundo o portal G1, a defesa do artista nega as acusações.

No mês de junho de 2019, o juiz William Costa Mello, deu sentença favorável ao cantor justificando que ocorrera prescrição, ou seja, o prazo para entrar com a ação já havia vencido. No entanto, os representantes de De Lucca recorreram ao Tribunal e aguardam julgamento.

De acordo com o advogado de Gusttavo, Cláudio Bessas, as alegações feitas pelo compositor não têm nenhum fundamento. O defensor diz que eles escreveram a música em conjunto e que De Lucca recebeu toda parte que lhe cabe, isto é, 50% de todo o rendimento proveniente dela.

Em declaração ao G1, O Cláudio Bessas esclarece as acusações feitas sobre seu cliente. “Essa melodia foi uma composição em conjunto tanto do Gusttavo quando do André de Lucca. São coautores no percentual de 50% para cada parte. Foi devidamente registrado. Passou-se um determinado período, o Gusttavo foi surpreendido. Ele [De Lucca] entrou na Justiça alegando que essa composição era exclusiva dele”, afirmou ele ao portal.

Ainda segundo o advogado de Gusttavo Lima foi oferecido “sem nenhum reconhecimento de culpa” o valor de R$ 50 mil divididos em dez vezes para encerramento do processo, uma vez que o compositor alegou estar passando por dificuldades financeiras.

De Lucca não aceitou e, com isso, o processo segue tramitando. O advogado dele, Adolfo Kennedy Marques Júnior, refutou a afirmação de que Gusttavo é coautor da canção e disse que seu cliente busca os direitos econômicos em torno dos 100% dos lucros provenientes dela.

“O autor exclusivo da música é o De Lucca. Gusttavo não compôs nenhum trecho, harmonia ou melodia da música. Ele recebeu 50% dos direitos da canção, mas reclamam agora que tem direito aos outros 50%, mais indenização pela mentira de que Gusttavo Lima é coautor da canção”, contesta.

IMPRIMIR

COMENTÁRIOS